Notícias

EXPERIMENTE: Inúmeras pessoas rendidas aos pés de Cristo!

07/02/2018
em Blog

Após o CIMA, que aconteceu dos dias 20 a 26 de janeiro, em Demerval Lobão (PI), foi a vez dos participantes colocarem em prática tudo o que aprenderam nestes dias de evento. O EXPERIMENTE é uma prática missionária que visa treinar e capacitar para missões. Este ano, os inscritos tiveram um leque de opções, dentre eles, a Aldeia Indígena em Barra do Corda (MA), Nazária (PI), Povoado Vista Alegre (Altos-PI), Teresina e zona rural de São Raimundo Nonato (PI).
Quem optou pela comunidade Nova Zabelê, na zona rural de São Raimundo Nonato, além de poder desfrutar das belezas da Serra da Capivara, ainda teve muitosdesafios e principalmente bênçãos para contar. É o caso da piauiense Virgínia Magalhães. “O Experimente foi uma experiência rica e cheia de desafios Foi maravilhoso. Visitamos umas 70 pessoas e 29 aceitaram a Jesus. Sentimos a presença de Deus e Ele nos capacitava a fazer a Sua obra. Graças a Deus, as pessoas daquela comunidade eram muito receptivas, nos recebiam com muito carinho e isso facilitou nosso trabalho”, disse.

A curitibana Isadora Damásio, da Igreja Batista Maranata, desfrutou de momentos de intensa comunhão com sua equipe e viveu experiências valiosas. A localidade escolhida foi o povoado quilombola Peri Peri, em Amarante (PI): “O CIMA 2018 foi um presente, principalmente como é ser um missionário, saindo do nosso conforto, indo a outra cultura e falar do amor de Jesus. Após o tempo de estudos e ministrações tivemos oportunidade de viver uma experiência prática. Éramos sete pessoas e foi incrível a forma como Deus nos aproximou ao ponto das pessoas do povoado verem algo diferente em nós através de uma amizade sincera e verdadeira. Na verdade, Deus usou isso como forma de evangelismo e muitas pessoas foram tocadas pelo amor cristão que nutrimos uns pelos outros”.
Como estratégia de evangelismo, nada melhor do que o próprio testemunho para sensibilizar e impactar vidas. E foi isso o que a equipe usou como ferramenta para missões: “Usamos nosso testemunho como ferramenta principal. Fomos de casa em casa orar pelas pessoas e apresentar a elas o evangelho por meio do livro sem palavras. Para a glória de Deus, 12 pessoas foram salvas e declararam Jesus como Senhor e Salvador, mas houve uma pessoa em especial que mexeu bastante com toda a equipe. Trata-se de uma adolescente de apenas 13 anos que mostrava ter uma bagagem muito grande de sofrimento, que a princípio não estava muito aberta para o evangelho, mas Deus tocouo seu coração ao ponto dela vir até nós e assim compartilhar o fato de que, como nós, apesar do pouco tempo de convivência e já termos um laço de amizade tão profundo. Isso tocou no coração dessa moça e com base nisso, aproveitamos para falar do amor de Deus, pois ela se sentia abandonada. Deus nos usou para falar do amor de Jesus e ela aceitou o Senhor como Salvador de sua vida. Sem dúvidas, Deus nos abençoou e cuidou de tudo a todo o momento. Pessoas viram Jesus em nós sem ao menos precisarmos abrir a boca. O trabalho foi tremendo”, informou.

A jovem Letícia da cidade residente do município de Taió, em Santa Catarina, viu em Teresina (PI) um grande potencial para fazer missões. O bairro escolhido foi Nova Teresina, conhecido pelos inúmeros assaltos, homicídios, prostituição e drogas, devido à escassez de um policiamento mais eficaz. Mas isso não abalou a equipe, que como todo missionário que arde de paixão por Jesus, ouviu e obedeceu ao IDE de Cristo: “Conheci o CIMA através do Vitor e sua esposa Débi e imediatamente meu coração queimou por isso. Inscrevi-me para as duas etapas, Descubra e Experimente. Foram 6 dias intensos com treinamento e palestras de capacitação em missões, Música e Missão, Evangelismo pessoal e vários outros temas relacionados à vida cristã e missões. Depois disso, seguimos para a Etapa Experimente. Minha Etapa Experimente teve duração de 05 dias e ocorreu em Nova Teresina, bairro muito carente de Teresina/Piauí. Fomos acompanhados pelo Pr. Pedro Farias da ADM de Nova Teresina e pudemos ver o quanto aquelas pessoas precisam conhecer e viver o amor de Deus. Lá o tráfico de drogas é intenso e a prostituição também. As casinhas são de sapê e as condições de vida são precárias, literalmente precárias. Quantas histórias, quantas pessoas presas no vício das drogas, sem condições para nada!”
A jovem ressaltou a importância de se compreender a cultura de um determinado local para uma melhor eficácia no evangelismo: “Tudo que vi e vivi nestes dias transformou minha visão de mundo. Pude compreender o quanto uma cultura é diferente da outra e o quanto devemos e precisamos respeitar isso pois só assim conseguiremos responder ao IDE da melhor forma. Proclamamos o evangelho em muitos lares e fomos recebidos com muito amor em praticamente todas as casas que visitamos. Só tenho a agradecer a Deus pela experiência, por Ele permitir que levássemos o evangelho a cada pessoa que conversamos enquanto estivemos lá. Valeu a pena cada segundo, fica a gratidão em ver o quanto Deus tem feito através do Pr. Pedro, ver o quanto ele doa sua vida para ajudar as pessoas daquele bairro. Todo cristão deveria passar por uma experiência assim, espero que para mim, este seja apenas o começo!”, disse.

O povoado Vista Alegre, localizado na zona rural de Teresina, também pôde experimentar do amor de Deus através do trabalho dos missionários. O pastor Anderson Rosa, de Santana de Parnaíba (SP) descreveu momentos de carinho e de aprendizagem durante CIMA e Experimente: “O evento em si foi maravilhoso. Minha equipe era composta por cinco pessoas e tivemos muita harmonia, uma comunhão muito grande para desenvolvermos todo nosso trabalho. Logo no primeiro dia, presenciamos testemunhos fortes de pessoas que passavam por dificuldades financeiras e que perderam seus entes queridos. Todos foram muito atenciosos, nos receberam muito bem. O Wesley se desenvolveu muito bem como palhaço, a Samia com sua desenvoltura com crianças, a Valdelícia também e pastora Mary Rosa com visitas e teatro. Crianças aceitaram a Jesus, pessoas foram tocadas de uma forma maravilhosa. No ultimo dia, a nossa casa ficou lotada de jovens , adolescentes e crianças.Ficamos cantando e conversando. Foi muito choro e muito carinho. É um povoado que precisa de muita atenção, mas graças a Deus o pastor Davi está desenvolvendo um bom trabalho ali. Agradeço a Deus por participar de um evento como esse e recomendo a todos que participem pois assim entendemos o que é realmente missões”.

 

Para quem deseja participar do CIMA temos uma ótima notícia. A novidade é que em 2019, teremos dois CIMAs. Isso mesmo! Um deles acontecerá em São Paulo, dos dias 12 a 18 de janeiro; o outro, ocorrerá novamente no sítio Rancho da Lua, em Demerval Lobão dos dias 21 a 27 de janeiro. Aproveite então, e comece logo a preparar-se para estes dias que com certeza serão de grande enriquecimento espiritual para sua vida e ministério.

 

 

Ismênia Noleto

Leia Mais

A contribuição de igrejas fortes para a evangelização do Sertão.

07/02/2018
de Davi
em Blog

Durante os últimos 20 anos a igreja brasileira cresceu numericamente de forma rápida e assustadora. Novas igrejas e Ministérios nascem a cada canto e lugar do país, buscando uma forma de “ser igreja” diferente da estrutura herdada, focando em responder as demandas e necessidades da geração do século XXI. As motivações para o crescimento e desenvolvimento podem ser questionáveis em alguns aspectos, mas é fato de que novas comunidades estão surgindo, se organizando e fortalecendo.

O “boom” desse crescimento trouxe problemas. O primeiro é a falta de um discipulado consistente e coerente com a proposta bíblica. Uma multidão de pessoas vindo a Cristo sem receber a orientação básica para a vida cristã, crescendo “aos trancos e barrancos”. Alguns não suportam as dificuldades da “nova vida”, suas “guerras”, “batalhas” e atropelos; e o inevitável acontece: desviam-se! O número hoje de “desviados” ou “sem igreja” pontua a quase 30%. O segundo é o despreparo da liderança espiritual. A demanda do crescimento impede o aperfeiçoamento no campo teológico, pessoal, familiar, ético, eclesiástico e organizacional. Alguns nem podem buscar a capacitação por falta de informação, distância geográfica ou recursos financeiros. O terceiro é o foco “ensimesmado” das novas igrejas. Elas buscam desesperadamente crescer e manter esse crescimento. São por vezes alimentadas na busca do “sucesso ministerial” espelhado na visão do pastor “x”, da igreja “y” ou do ministério “tal”. O frenesi é tanto que as novas igrejas e ministérios não conseguem ir além de si. São ainda “bebês” e óbvio, não podem dar, porque precisam desesperadamente receber.

Em contra partida, há uma igreja sólida, forte, robusta, madura e preparada no Brasil. Sua linha é bíblica; sua liderança é capacitada; seus ministérios são “vivos”, coerentes e equilibrados; sua visão é de mão dupla: “pra dentro” e “pra fora” (da igreja). São igrejas que vão além de si. Descobriram o “reino”. Estão prontas a estabelecer parcerias e desenvolver projetos além das estruturas denominacionais ou ministeriais. Entenderam o valor de “dar”. Essas igrejas não são muitas, mas estão despontando com seus ministérios e servindo.

Há uma outra foto da igreja brasileira: a igreja pobre! Aquelas cujos líderes dão de si, sem terem muito. Que saem de longe a pé ou no lombo de um animal para dar assistência espiritual aos que precisam. São igrejas que não sonham em ser grandes (na verdade nem pensam nisso) ou ser destaque na mídia evangélica. Igrejas que apenas querem o mínimo para ministrarem por serem literalmente “pobres.” Igrejas que precisam de bíblias, folhetos, roupas, livros, treinamento e mobilização missionária.

São igrejas que vivem e sobrevivem no anonimato, longe das reportagens de “magazines” evangélicas; longe dos sites; longe dos murais das grandes igrejas e ministérios. São igrejas muitas vezes esquecidas por suas denominações. São igrejas cujos membros gastam horas a pé para receber uma mensagem de Deus para suas vidas. Igrejas cujas crianças não possuem nenhuma “tia” capacitada para lhes ensinar. Igrejas que não têm material didático para crianças, jovens ou adultos. Igreja cujos membros não sabem nem ler e por isso a Bíblia é um livro escondido para suas mentes e corações.

São igrejas sertanejas; igrejas no sertão do nordeste brasileiro. Um exemplo é a igreja de “Vila Carneiro” no sertão baiano, cujo o obreiro é vendedor, mas sua pequena igreja mantém uma pequena congregação em “Lagoa da Vaca”, no sertão do sertão baiano. São igrejas no sertão do Maranhão, Piauí, Ceará, Alagoas, Sergipe, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Paraíba e Bahia. Igrejas no interior de tantos outros lugares do Brasil desconhecido.

A esperança de várias igrejas do sertão nordestino são suas “irmãs” mais abençoadas. Essa oportunidade de abençoar essas igrejas do sertão, é algo bíblico. Paulo nos dá o exemplo em 2 Coríntios 8.1-9.15 quando fala da coleta de dinheiro para os crentes pobres de Jerusalém. Ela cita essa coleta em 1 Coríntios 16.1-4. Paulo considerava que o ofertar material era uma forma espiritual de reconhecer que o evangelho chegara até eles por meio dos judeus cristãos. Paulo queria resgatar essa dívida e estimulava a igrejas, baseada na graça, ou seja, na benção que Deus lhes havia dado (2 Co 8.1) para que pudessem ser generosas e abençoar quem os abençoara.

Há alguma aplicação desse princípio para nós hoje? Acredito que sim. Muitas igrejas fortes nas capitais do nordeste, no centro-oeste, sudeste e sul do Brasil conseguiram crescer e desenvolver graças a um grupo migratório do sertão do nordeste. Diversos líderes e pastores desenvolveram sua formação teológica e não permaneceram em suas origens, não porque não quisessem, mas porque as condições familiares econômicas não permitiram. Não só o Brasil desenvolveu economicamente graças ao trabalho migratório do sertanejo, mas também boa parte da igreja brasileira sadia. Há um débito da igreja forte brasileira para com a igreja pobre e sertaneja.

Para “pagar” esse débito espiritual acredito que devemos começar com líderes espirituais de igrejas fortes e estabelecidas nas capitais do nordeste. Essa é a primeira consciência. Os olhos desses líderes precisam voltar para seus irmãos no sertão. Recordo-me de um pastor em Belo Horizonte dizendo-me que estava plenamente envolvido com igrejas no Vale do Jequitinhonha (uma região muito pobre e miserável em Minas Gerais) porque uma parte de seus líderes que serviam fielmente a igreja vieram daquela região. Acredito que o caminho seja esse. A liderança dessas igrejas deveria estar consciente desse débito, mapear sua igreja para saber a origem de sua membresia, organizar um plano definido para abençoar a igreja sertaneja e estabelecer parceria (denominacionais ou não) com outras igrejas. E fazer o trabalho. Estou certo de que haverá um forte impacto na igreja.

Artigo de Roberto Amorim retirado do livro “O Grito do Sertão Nordestino”,  organizado pelo pastor Beat Roggensinger

Leia Mais

CIMA atrai e desafia jovens para missões.

25/01/2018
de Davi
em Blog


Com mais de 120 participantes, o CIMA 2018 – Apenas Testemunhas, está sendo realizado no Centro Evangélico Rancho da Lua atraindo a participação de jovens que desejam trabalhar e se envolver com missões. No evento, estão presentes palestrantes renomados que debatem temas atualizados e desafiadores.

Um dos palestrantes é o diretor da JUVEP, pastor Sérgio Ribeiro. “Essa é a minha primeira vez no CIMA e estou entusiasmado e principalmente feliz, por ver tantos jovens com interesse por missões. Acho que nossa juventude precisa exatamente de eventos como esse para acenderem neles o foco missionário. É preciso que haja um avivamento por missões e também compromisso pela obra missionária, seja dentro, ou fora da igreja. Isso fará a diferença! Deus quer usar a nossa juventude para missões”, afirmou.

E por falar em juventude, Sara Katrine Watne, de Lillesand da Noruega é uma das participantes que veio ao Brasil para Intercambio Cultural de um ano. Seu foco é adquirir mais conhecimentos, além de experiência e, sobretudo, trabalhar com missões. “Quero aprender mais de Deus e fazer novas amizades, também tenho interesse em participar do CIMA lá na Suiça. Acho que vai ser uma grande benção em minha vida”, destacou.

Experimente – Estágios práticos

Vale ressaltar que após o CIMA, os participantes terão a oportunidade de escolherem algumas localidades para colocarem em prática seus conhecimentos adquiridos no evento. O EXPERIMENTE, que acontecerá nos próximos dias 26 a 31, visa capacitar e treinar jovens para missões. Para quem deseja trabalhar com índios, a Aldeia Indígena em Barra do Corda (MA) é uma boa opção. Outras ótimas opções são para Nazária (PI), Povoado Vista Alegre (Altos-PI), Teresina e zona rural de São Raimundo Nonato (PI).

Leia Mais

CMM atua como agente de capacitação e treinamento de obreiros para o Sertão.

11/01/2018

O CMM-Curso de Missões e Ministérios iniciou mais um módulo no dia 05/01 e encerrou no dia 18/01, no sítio Rancho da Lua. Cerca de 30 participantes oriundos do Piauí, Ceará, Bahia e Maranhão, membros das denominações AICEB, CICEB, Assembleia de Deus e Igreja Evang. da Confissão Luterana Brasileira receberam preparo e capacitação para exercerem seus ministérios no Nordeste.

Prática no povoado Vista Alegre.

Além das aulas teóricas, os alunos têm a oportunidade de colocarem em prática seus conhecimentos adquiridos em sala de aula, isso através de estágios e ações missionárias no campo. As práticas são acompanhas por mentores e conselheiros que os desafiam a descobrirem seus chamados e assim, progredirem em sua caminhada ministerial. Com duração de quatro anos, o aluno pode ingressar a qualquer momento no curso, desde que faça o módulo introdutório.

 

 

Turma de formandos do CMM 2018

“Destes alunos, 8 a 10 já atuam em povoados e temos seis formandos este ano. Os formandos são aptos para pastorear, fundar igrejas e congregações, serem missionários em diversos contextos, principalmente no Sertão, além de poderem liderar qualquer atividade missionária na igreja, mas quem decide o que podem e o que não podem, são as igrejas responsáveis. Algumas igrejas exigem o bacharel; outras denominações autorizam obreiros a atuarem desde que estejam sob tutela de outro pastor”, afirmou o pastor e diretor do CMM, Simon Reifler.

 

Esta é a primeira vez do aluno Olidoni. Para ele, o curso está ampliando seus conhecimentos espirituais. “Estou achando tudo muito bom. A cada dia aprendo e me aprofundo ainda mais na Palavra de Deus. Já trabalho como missionário há um ano e meio evangelizando em povoados e fico na direção de cultos, por isso, achei importante participar do CMM pois o curso servirá para me aprofundar no meu ministério”, disse.

 

Para mais informações acesse: www.cmmnordeste.com

Leia Mais

Treinamento capacita professores de EBD

27/11/2017
em Blog

O Diretor da Editora Cristã Evangélica de São José dos Campos, Abimael Souza, em parceria com a ProSERTÃO, ministrou treinamento nos últimos dias 15 e 18 para líderes da EBD para todas as faixas etárias. Os treinamentos Qualidade no Ensino aconteceram no formato de três classes, sendo duas para professores de crianças e uma para professores de adolescentes, jovens e adultos. Os treinamentos aconteceram em São Raimundo Nonato – UESPI /Igreja Cristã Evangélica – AICEB com 58 participantes; Em Petrolina (PE) aconteceu na Igreja Batista Emanuel com 65 presentes; Em Corrente-PI foi realizada na Igreja Batista com 90 participantes. Contou com o apoio do Pr. Orestes, presidente da Associação das Igrejas Batistas; Em Barreiras, aconteceu na Igreja Batista Betel , com 38 presentes.
“Os treinamentos foram programados em resposta a pedidos de pastores ao Pr Beat, após a realização de congressos de professores realizados no começo do ano, em Floriano, Picos e Timon. Pr Beat fez um excelente mapeamento das cidades e igrejas que seriam beneficiadas. A editora fez os contatos e definiu os locais estratégicos para abranger maior número de igrejas”, informou pastor Abimael Souza.
Em São Raimundo Nonato e Petrolina a equipe foi composta por Pr Alan Antonio, Educadoras Claudete Cardoso e Ieda Rafael.; Em Corrente e Barreiras foi composta por Pr Ivanei Carlos, Educadoras Francisca Katiane e Lilian Cristina.
“A presença maior nos treinamentos foi de professores de adolescentes, jovens e adultos. Todos os participantes de todas as faixas etárias tiveram muito boa interação com a dinâmica dada pelos preletores”, informou pastor Abimael.
O pastor Luiz Gonzaga, de São Raimundo Nonato, avaliou de forma positiva a capacitação: “Para mim, foi muito satisfatório pois alcançamos toda a nossa região da Aiceb com o treinamento”. E completou: “Durante curso, houve o incentivo de um maior investimento e também de usar recursos que melhoram o aprendizado como data shows, entre outros”.

 

 

De acordo com o pastor Orestes, uma das maiores dificuldades como professor de EBD é a dificuldade em incentivar o aluno a estudar a lição e não apenas trazer a revista. “O fato de haver muitos alunos não assíduos, o que dificulta o aprendizado continuado também é uma outra dificuldade nas EBD´s”.complementa.
Para produzir aulas de qualidade, o pastor dá a dica: “Devemos trazer para os dias atuais cada assunto da lição, tipo - Recursos audiovisuais e eletroeletrônicos; relatos de revistas e de jornais , procurar detectar as necessidades dos alunos e fazer de tudo para ajudá-los”, disse.

 

Crédito das fotos: facebook AICEB Sertaneja

Leia Mais

Mission Night: uma noite de louvor e oração por missões

07/11/2017
em Blog

Surpreendente! Essa foi a palavra-chave usada por organizadores e participantes para definir o Mission Night, que aconteceu no último dia 01 se estendeu até o feriado do Dia de Finados (2). O evento, que foi organizado pela PróSERTÃO foi marcado por muita oração, louvor e atividades dinâmicas que envolviam sobretudo, uma maior conscientização por missões.

“Estamos muito satisfeitos. Os alvos foram alcançados. Foi um tempo muito bom onde jovens de Teresina, Demerval Lobão, Piripiri e demais regiões puderam experimentar algumas situações das igrejas que temos nesse mundo. Tivemos três vivências. Uma ilustrando o nosso sertão; outra era mostrando a situação de refugiados na Europa, o que eles estão passando e levamos os jovens a viverem isso mesmo. Fizemos um exemplo da vivência dos refugiados, entramos no salão, colocamos o ar condicionado muito frio, ambiente molhado e fizemos eles perceberem o que é chegar a Europa nesse tempo do ano , com um tempo muito frio e com neve e por isso, se torna muito incômodo para os refugiados. A última vivência foi da igreja perseguida onde ilustramos o que está acontecendo do outro lado do mundo, ou seja, missionários e irmãos em Cristo estão sendo mortos por causa da fé”, afirmou Joel Roggensinger, um dos organizadores do evento.
Para quem perdeu o Mission Night esse ano, próximo ano, o evento poderá acontecer novamente: “Terminamos, no dia 2 muito cansados, mas olhando para trás, escutando o que os participantes testemunharam foi um sucesso e esperamos que no próximo ano possamos fazer outra vez o Mission Night e quem sabe, com ainda mais participantes”, ressaltou Joel Roggensinger.

“Foi um sucesso pois superou as expectativas das pessoas que vieram. Fizemos vivências com mensagens, pequenos grupos, muito louvor. Foi uma noite bastante animada e dinâmica, não foi cansativa.Tivemos um jantar especial, que foi o asiático, então, a gente experimentou de várias culturas, várias situações e ficamos impactados com uma situação como no sertão, a igreja perseguida, refugiados na Europa ou antes de chegarem na Europa. Foi uma benção. Os participantes ficaram surpreendidos, alguns achavam que fosse ser uma vigília, mas não foi bem assim, foi bem focado em missões e queremos repetir anualmente. Recebemos também da movida alguns voluntários para nos ajudar para conhecer e preparar o ambiente para o CIMA que acontecerá em janeiro” afirmou o pastor Beat Roggensinger.

Crédito das fotos: Beat Roggensinger e Wagner Tinoco.

Leia Mais

Confirmado: Instituto Haggai estará novamente em Teresina!

21/10/2017
em Blog


Curso acontecerá em Maio de 2018

O Instituto Haggai promoverá dos dias 19 a 23 de maio, no sítio Rancho da Lua, em Demerval Lobão (PI), o Seminário Nacional de Liderança Avançada, que é um curso internacional no Brasil, em português, com ênfase nas áreas de Liderança, Vida Cristã e Evangelismo, objetivando reafirmar o compromisso do líder cristão, além de propiciar ferramentas para que ele use e invista todo seu potencial na obra de Deus.
O curso é pautado em missões com o incentivo principal de evangelismo. As matérias ministradas serão: Liderança Eficaz, Visão, Alvos e Gestão de Projetos, Integridade e Prestação de Contas, Prioridades e a Família do Líder,Evangelismo e Discipulado, Criatividade no Evangelismo, Finanças e Captação de Recursos, Projeto: os participantes terão a oportunidade de desenvolver um projeto de evangelismo.

Consiga as informações e faça sua inscrição no link https://haggai.com.br/eventos/3587–19-mai-2018–lideranca-avancada-no-rancho-da-lua-maio-2018

Leia Mais

Igrejas que obedecem ao IDE de Deus

18/10/2017
em Blog

Projeto Ide Sertão realiza ações sociais e evangelísticas

Cerca de 30 voluntários do Projeto IDE, da Atuação Voluntária, estiveram no município de Demerval Lobão nos últimos dias 11 a 15, para trabalharem com evangelismo e agricultura em Barras e também, em Demerval Lobão. O Projeto IDE Sertão ocorre uma vez por ano e mobiliza voluntários de diferentes igrejas e cidades do Brasil com o objetivo de auxiliar crianças, famílias e educadores parceiros do Programa de Educação para a Vida. Conta com parcerias no Programa Educação para a Vida no Piauí com a ProSERTÃO, bem como, no Maranhão, em Rondônia, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Santa Catarina. Além de parcerias nacionais, o programa também ocorre em Angola, Guiné Bissau e Moçambique. “Os voluntários são membros de igrejas evangélicas brasileiras. Para participarem do projeto precisam preencher um formulário de inscrição e enviar carta de recomendação pastoral. Temos voluntários do Rio de Janeiro, Castro, São José dos Pinhais, Itapema e Curitiba. Nosso projeto consiste em pinturas em alguma Escola Municipal, Implantação de uma estufa para cultivo de horta sustentável, curso de artesanato, encontro com adolescentes, atividades especiais para crianças, marcha a favor dos direitos das crianças, culto nas igrejas, evangelismo na praça e visita às famílias”, disse a Coordenadora Pedagógica do Programa de Educação para a Vida, Juliana Pompeo Helpa.
No Piauí, essa é a primeira vez que o projeto acontece. “Essa é a primeira vez que o projeto ocorre nesse formato aqui no Piauí, mas já estivemos antes para firmar as parcerias e realizar capacitações para os educadores e acompanhamento das turminhas. Nosso objetivo foi de nos aproximarmos das crianças, especialmente as que são atendidas pela Educação para a Vida. Visitamos suas

famílias, buscamos conhecer melhor sua realidade e falamos de Jesus para elas. Tivemos teatros evangelísticos, Realização do projeto de hidroponia em Barras em parceria com PróSERTÃO.

Realizamos uma ação especial na escola Vicente Lopes, onde nossos voluntários pintaram as paredes e fizeram uma limpeza geral nas instalações. Na oportunidade, teve até celebração de entrega da escola após a obra de pintura concluída com a presença de autoridades locais e da secretária de Educação de Demerval Lobão. Essa é uma pequena recordação que queremos deixar para as crianças de Demerval Lobão. ”, afirmou o presidente da Atuação Voluntária, Gilson Helpa.

Crédito das fotos: Joel Roggensinger

Leia Mais

Ebenézer Bittencourt : “Seja um bom gestor de suas finanças e liberte-se de hábitos nocivos”

31/08/2017
em Blog

De forma descontraída e dinâmica, o pastor e diretor do Instituto Haggai, Ebenezer Bittencourt palestrou na noite de ontem (30), sobre um tema que geralmente desperta o interesse e atrai a atenção de todos aqueles que desejam equilibrar sua vida financeira: “Inteligência Financeira para vencer na vida”. A palestra promovida pela PróSERTÃO, em parceria com o Instituto Haggai reuniu cerca de 150 pessoas, no Bristol Gran Hotel Arrey, em Teresina.
Durante palestra, Bittencourt enfatizou que a falta de inteligência financeira seria um dos maiores motivos causadores de brigas e divórcios. E orientou: “Precisamos nos organizar, nos libertar de alguns hábitos errados e sermos um bom gestor pois vamos prestar contas. Se gastamos de forma errada os nossos ganhos, iremos acabar devendo além do que podemos. Então, se pergunte: quem é o dono de seu dinheiro? O banqueiro, dono de loja, cartão de crédito ou seus parentes?”.
“Um dos grandes erros existentes no Brasil é a pessoa gastar o dinheiro que ainda vai receber. Pessoas inteligentes gastam apenas quando recebem o dinheiro. Você é o gestor da sua vida. Seja um bom gestor. Diferencie necessidades e desejos. Viva de forma mais simples e aprenda que Deus supre todas as nossas necessidades, e não, os nossos desejos”, aconselhou.
A respeito de orçamentos, Ebenézer enfatizou que é necessário fazermos orçamento anual, e não, mensal, como de costume. Para isso, segundo o preletor, é preciso eliminar gastos supérfluos e deixar no orçamento apenas aquele que realmente será necessário. Dessa forma, haverá um equilíbrio da vida financeira, eliminando assim, dívidas desnecessárias.
Para quem deseja começar do zero sua vida financeira, ele deu sete dicas preciosas, entre elas: não vá ao supermercado com fome (isso poderá te levar a comprar além do que precisa); vá com a lista pronta e não fique “namorando” a mercadoria; Não empreste o que não pode, melhor dar o que pode; Não sinta culpa quando o mau gestor lhe pedir empréstimo; Não dê cheque em branco pra ninguém; Ensino os filhos a economizar: Cuidado com as propagandas de TV.
“Precisamos nos libertar de nossa falta de disciplina e honrarmos a Deus. Nossas economias podem servir para ajudar os necessitados e é muito importante que deixemos uma herança para os nossos filhos e netos. É fundamental pensarmos no futuro, mas infelizmente, não temos o costume de fazer planos a longo prazo. Para quem faz planos de longo prazo a tendência é abundância e riqueza”, disse.
E finalizou a palestra com o desafio: “Por que não guardo o dinheiro e invisto?”, levando os participantes a debaterem e refletirem sobre o tema proposto. “Estude sobre finanças. Aprenda com Jesus. O Senhor falou mais sobre finanças do que fé. Aprenda a se organizar e seja inteligente nos seus gastos”, recomendou.

[ngg_images source=”galleries” container_ids=”2″ display_type=”photocrati-nextgen_basic_slideshow” gallery_width=”500″ gallery_height=”350″ cycle_effect=”blindX” cycle_interval=”5″ show_thumbnail_link=”0″ thumbnail_link_text=”[Show thumbnails]” order_by=”sortorder” order_direction=”ASC” returns=”included” maximum_entity_count=”500″]

Leia Mais

ProSERTÃO participa de reunião com Instituto Livre Ser

15/08/2017
em Blog

Objetivo do encontro foi de firmar parcerias em prol de missões

O Instituto Livre Ser que tem como diretor o pastor e vocalista da banda Livres pra Adorar, Juliano Son, reuniu na manhã de ontem (14), no Espaço Azuza, em Teresina, pastores e missionários com o objetivo de firmar parcerias em prol do avançao do reino de Deus no Piauí. O encontro foi marcado por momentos de adoração, comunhão e sobretudo de conscientização de projetos sociais como o Projeto Mais Água, Impacto Sertão Livre e a casa de acolhimento Livre Ser, que tem como função acolher crianças e adolescentes vítimas de situações de violação dos seus direitos.
Os pastores Rubens Coutinho, Cleber Campos e missionário Davi Rodrigues representaram a ProSERTÃO. Na oportunidade, foram divulgados os cursos Liderança Eficaz e Desenvolvimento de pessoas e Inteligência Financeira para vencer na vida, que acontecerá no próximo dia 30, no hotel Arrey, em Teresina.
Durante reunião com os pastores e missionários de Teresina, Juliano Son enfatizou a importância de apoiar projetos sociais em prol do reino de Deus. O pastor Daniel Cesário solicitou das lideranças e organizações presentes, auxílio na manutenção dos projetos sociais do Instituto Livre Ser, envio de colaboradores (voluntários e missionários), apoio na divulgação dos projetos sociais e incorporar o Instituto Livre Ser como opção de braço social e missionário na sua igreja no sertão.

Leia Mais
  • Quem Somos

    Uma união de pastores, missionários e líderes de várias denominações sedentos por ver a glória de Deus se manifestando no coração nordestino. Nós nos comprometemos com a Declaração de Lausanne e com o Compromisso da Cidade do Cabo como também com a Aliança Cristã Evangelica Brasileira.

    Leia Mais
Copyright © 2014 - 2017 PróSERTÃO. Todos os direitos reservados.
Top
DeutschEnglish