Missionárias bolivianas vivem experiência de evangelizar no Sertão (1)

15/02/2016
in Blog

“Recebi meu chamado para pregar no Sertão com 11 anos”

Nahir Soto Arispe, desde os 11 anos de idade, sentiu de Deus o chamado para pregar no Sertão, e, pôde ter seu chamado enfim, concretizado nessa experiência: “Quando tinha 11 anos recebi meu chamado para missões. Muitas vezes, havia escutado falar do nordeste e da necessidade das pessoas escutarem a Palavra de Deus, mas nunca pensei que algum dia iria, mas o Senhor me surpreendeu me dando a oportunidade de ver a realidade do nordestino em Joaquim Pires em relação a Deus. Quando caminhei pelas ruas de Joaquim Pires me se12494731_1688309168079324_4091626779760396230_nnti especial de poder ser usada por Deus, não era eu falando, mas sim, o Senhor através de mim, então, chegamos confiantes de que Deus tinha desde muito tempo, traçado nosso caminho na cidade e onde quer que fôssemos, Ele nos usaria”
“Quando chegamos a Joaquim Pires fomos recebidas pela família do Pr. Jose Reis, sua esposa Ana Jeis e sua filha Nicole. Nos primeiros dias estivemos caminhando pelas ruas, fazendo visitas de casa em casa refletindo com base no versículo de acordo com a situação com que estava passando a família. Foi muito especial como nos sentimos, porque a maioria das pessoas nos recebia dentro de suas casas e nos deixavam conversar com eles e compartilhar nossas histórias e eles compartilhavam as suas. Percebemos que a maioria das pessoas era católica e que alguns tinham bíblias, mas nunca as tinham lido. Separamos também um dia para fazer um culto infantil onde 14 crianças se converteram entendendo que Jesus é o caminho para chegar ao Pai. Estivemos também passando tempo com os irmãos da igreja deixando a eles palavras de ânimo para que se mantivessem firmes nos caminhos do Senhor e nos sentimos muito queridas por nossa família em Cristo. O último dia que estivemos lá, muitas pessoas que havíamos conhecido nas ruas, vieram se despedir e foi onde pudemos ver mais uma vez que no Nordeste, as portas para o Evangelho estão abertas, mas, no entanto, há poucos obreiros para trabalhar lá. Nós voltamos de lá diferentes. A experiência missionária nos fez crescer espiritualmente e temos recebido novos desafios. Gloria a Deus por tudo”, ressaltou.

Compartilhe este artigo
Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someoneShare on Google+Print this pageShare on LinkedIn

Comments are closed.

  • Quem Somos

    Uma união de pastores, missionários e líderes de várias denominações sedentos por ver a glória de Deus se manifestando no coração nordestino. Nós nos comprometemos com a Declaração de Lausanne e com o Compromisso da Cidade do Cabo como também com a Aliança Cristã Evangelica Brasileira.

    Leia Mais
Copyright © 2014 - 2017 PróSERTÃO. Todos os direitos reservados.
Top
DeutschEnglish